O texto publicado neste artigo é o resultado das investigações sobre a estrutura formal da inteligência humana, realizados em Santo Ângelo, no Sebo Café com o objetivo de entender e expor o último dos estudos que examinam três questões fundamentais da teoria do conhecimento: a) As relações orgânico-lógicas que permitem a existência de sistemas de inteligência nos organismos vivos; b) As matrizes lógico-funcionais utilizadas nas relações de inteligência entre o organismo e o universo fenomênico em que ele se insere; c) E, por fim, como foi possível ao ser humano constituir um sistema de racionalidade orientado apenas por palavras.

Paulo JB Leal, advogado no RS, é coordenador do grupo de estudos sobre inteligência Sebo Café, professor de processo do trabalho e filosofia do direito, mestre em processo civil pela PUC/RS, membro efetivo do IAB – Instituto dos Advogados Brasileiros e membro do conselho consultivo da ABRAT – Associação Brasileira de Advogados TrabalhistasLeia o artigo completo

Anexos